domingo, 6 de setembro de 2009

Desafiando os Gigantes

O Gigante Desesperança

“E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.” Filipenses 4: 7

Quase todos sabem que esse texto foi escrito pelo apóstolo Paulo, há aproximadamente dois mil anos atrás.

O que muitos não perceberam ainda é que Paulo, ao escrever esse texto estava preso, provavelmente em Roma.

Acho que seria extremamente normal se a Igreja de Filipos escrevesse ao apóstolo para confortá-lo dizendo-lhe que estava orando por ele, que ele deveria buscar forças em Deus, que estavam tentando conseguir um bom advogado, enfim, coisas dessa natureza.

No entanto, acho impressionante que o prisioneiro estivesse consolando os livres.

Será que Paulo tinha perdido a noção das coisas ou ele possuía realmente algo a nos ensinar para usarmos em momentos difíceis?


Já encontrei pessoas com boa saúde, bom estado financeiro, bom envolvimento social, dizendo que a vida era uma porcaria.

Já encontrei uma adolescente no Instituto Nacional do Câncer (INCA) que me disse, com sorriso nos lábios, que tudo estava bem e que Cristo lhe estava ajudando (essa adolescente morreu dias depois).

Onde está a diferença? Em Provérbios 18:14 lemos: “O espírito do homem aliviará a sua enfermidade, mas ao espírito abatido, quem o levantará?”


Conta-se que um pai levou seu filhinho para comprar um brinquedo num shopping.

Ao entrar numa loja cheia de belos brinquedos o garoto admirou-se com um "João Teimoso".

Ele batia, o boneco caía e levantava sozinho.

Bateu várias vezes, até que ele mesmo pulou sobre o boneco e quando o largou, o boneco levantou-se novamente, enquanto o próprio menino ficara no chão.

O pai percebendo o que acontecia perguntou ao menino:

“O que houve filho?”

O menino respondeu: “Pai, esse boneco é engraçado... Parece que ele fica em pé por dentro!”


Há pessoas que são assim, têm tudo para estarem no chão, mas ficam de pé e outras que pensamos ter tudo para estarem de pé, ficam no chão.

Onde está a diferença? Está lá dentro do coração.

As coisas aqui fora podem estar bem ruins, mas se lá dentro, a alma estiver em Cristo, Deus lhe dará forças para vencer, ainda que com lágrimas.


Confie em Deus!


Pastor Willians Corel
[...]

Aquieta-te!

Certa ocasião, um naturalista de Cambridge relatou uma experiência que realizou com um pombo. A ave nascera e vivera numa gaiola; nunca havia saído dela.

Um dia, esse homem a levou para a varanda de sua casa e a atirou para o alto. Para sua surpresa, constatou que o pássaro tinha perfeitas condições de voar. Ele deu várias voltas por ali, dando a impressão de que voara desde o seu nascimento.

Daí a pouco, porém, seu vôo havia se tornado pesado, os movimentos espasmódicos, e as voltas, cada vez menores. Por fim, o pombo veio em direção ao dono, bateu de encontro ao seu peito e caiu ao chão.

Qual a razão disso? Era que, embora ele houvesse nascido com instinto de voar, não aprendera a parar. A capacidade de parar era adquirida e não instintiva.

Se a ave não tivesse se atirado contra o peito de seu dono para parar subitamente, teria continuado a voar até morrer de cansaço. Isso é uma figura da vida moderna.

Nossa sociedade parece possuir o instinto da atividade, mas não possui a capacidade de parar. Ficamos dando voltas e mais voltas, num circular incessante e cansativo, até quase morrer ainda em alta velocidade.

Então, qualquer experiência difícil, qualquer choque que soframos, que sirva para deter nosso giro constante, na verdade, é uma bênção. Muitas vezes, a vida permite que um severo golpe nos atinja com o objetivo de nos fazer parar. Caímos em desespero, pensamos em desistir e até mesmo em morrer.

Nessas horas, é preciso estar atento, pois a voz suave e meiga do Mestre vem nos dizer: "Aquieta-te e saiba que Eu sou Deus"!

Adaptado de Fontes no Vale
Lettie Cowman
[...]

Direito Constitucional - Exercícios

FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS

01. TRT15-Téc.Jud-Administrativa-T2009 - Sobre os princípios fundamentais da República Federativa do Brasil, é correto afirmar que

(A) foi acolhido, além de outros, o princípio da intervenção para os conscritos.
(B) dentre seus objetivos está o de reduzir as desigualdades regionais.
(C) um dos seus fundamentos é a vedação ao pluralismo político.
(D) o Brasil rege-se nas suas relações internacionais, pela dependência nacional.
(E) a política internacional brasileira veda a integração política que vise à formação de uma comunidade latino-americana de nações.

02. TRT18-Anal.Jud-Administrativa-C032008FCC - Quanto aos Princípios Fundamentais, é correto afirmar que a República Federativa do Brasil rege-se nas suas relações internacionais, dentre outros, pelo princípio da

(A) exclusiva proteção dos bens jurídicos.
(B) não cumulatividade.
(C) prevalência dos direitos humanos.
(D) uniformidade geográfica.
(E) reserva legal.

03. MPU-Analista Administrativo – 2007 – Um dos fundamentos da República Federativa do Brasil, de acordo com a Constituição Federal de 1988, é

(A) o pluralismo político.
(B) a construção de uma sociedade livre, justa e solidária.
(C) a garantia do desenvolvimento nacional.
(D) a erradicação da pobreza e da marginalidade.
(E) a defesa da paz.

04. TJUPA-Auxiliar Judiciário-X-2009 - NÃO constitui princípio que rege a República Federativa do Brasil nas suas relações internacionais:

(A) não-intervenção.
(B) independência nacional.
(C) igualdade entre os Estados.
(D) determinação dos povos.
(E) concessão de asilo político.

05 . TRF5-Téc.Jud-Administrativa-122008 - Em tema de direitos e deveres individuais e coletivos, é INCORRETO afirmar que

(A) ninguém poderá ser compelido a associar-se ou a permanecer associado.
(B) a prática do racismo constitui crime afiançável e prescritível.
(C) é plena a liberdade de associação para fins lícitos, vedada a de caráter paramilitar.
(D) não haverá juízo ou tribunal de exceção.
(E) a lei não excluirá da apreciação do Poder Judiciário lesão ou ameaça a direito.

06. TRT2R-Téc.Jud-Administrativa-S132008 - No que se refere aos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos, é INCORRETO afirmar:

(A) As entidades associativas, independentemente de autorização expressa, têm legitimidade para representar seus filiados judicial ou extrajudicialmente.
(B) As associações só poderão ser compulsoriamente dissolvidas ou ter suas atividades suspensas por decisão judicial, exigindo-se, no primeiro caso, o trânsito em julgado.
(C) No caso de iminente perigo público, a autoridade competente poderá usar de propriedade particular, assegurada ao proprietário indenização ulterior, se houver dano.
(D) Aos autores pertence o direito exclusivo de utilização, publicação ou reprodução de suas obras, transmissível aos herdeiros pelo tempo que a lei fixar.
(E) Não haverá prisão civil por dívida, salvo a do responsável pelo inadimplemento voluntário e inescusável de obrigação alimentícia e a do depositário infiel.

07. TRF5-Téc.Jud-Administrativa-122008 - Considere as seguintes assertivas relacionadas aos direitos e deveres individuais e coletivos previstos na Constituição Federal:

I. A lei deve tratar todos os brasileiros e estrangeiros residentes no País, sem distinção de qualquer natureza.
II. A manifestação do pensamento é livre, garantido em qualquer hipótese o anonimato.
III. A expressão da atividade científica e de comunicação depende de censura ou licença para o seu exercício.
IV. É garantido o direito à indenização pelo dano moral decorrente da violação da intimidade e da vida privada das pessoas.
V. É assegurado a todos o acesso à informação, vedado em qualquer caso o sigilo da fonte.

Estão corretas as que se encontram APENAS em

(A) I e IV.
(B) II e III.
(C) II, IV e V.
(D) I, II e V.
(E) II, III e IV.

08. MPU- Técnico Administrativo – 2007 – Segundo a Constituição da República Federativa do Brasil, sempre que a falta de norma regulamentadora torne inviável o exercício dos direitos e liberdades constitucionais e das prerrogativas inerentes à nacionalidade, à soberania e à cidadania, será concedido

(A) mandado de injunção.
(B) habeas-data.
(C) mandado de segurança.
(D) habeas corpus.
(E) ação popular.

09. BACEN – Técnico – 2006 – Tício deseja assegurar o conhecimento de informações relativas à sua pessoa constantes de registros de entidades governamentais. Nesse caso, de acordo com a Constituição Federal brasileira, Tício deverá impetrar

(A) mandado de injunção.
(B) habeas-data.
(C) mandado de segurança.
(D) habeas corpus.
(E) ação popular.

10. GOVBA-Soldado-PMBA2009 - Considere as seguintes assertivas a respeito dos direitos e garantias fundamentais:

I. Ninguém será preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada de autoridade judiciária competente, inclusive nos casos de transgressão militar ou crime propriamente militar, definidos em lei.
II. Conceder-se-á mandado de segurança para proteger direito líquido e certo amparado por "habeas-corpus" ou "habeas-data", quando o responsável pela ilegalidade ou abuso de poder for autoridade pública.
III. O preso será informado de seus direitos, entre os quais o de permanecer calado, sendo-lhe assegurada a assistência da família e de advogado.
IV. É assegurada, nos termos da lei, a prestação de assistência religiosa nas entidades civis e militares de internação coletiva.

De acordo com a Constituição Federal brasileira, está correto o que se afirma APENAS em

(A) I e II.
(B) I, II e III.
(C) I, III e IV.
(D) II, III e IV.
(E) III e IV.

GABARITO:

01. B
02. C
03. A
04. D
05. B
06. A
07. A
08. A
09. B
10. E

[...]

Pet post

Antes de entrar em qualquer assunto sobre animais de estimação, é importante saber qual deles escolher.

É fundamental pensar no espaço que se tem e no tempo livre disponível para convivência entre eles e os donos.

Se seu tempo é curto e se há pouca circulação de pessoas em casa, os gatos podem ser a melhor opção.

Eles se adaptam melhor, pois são, por natureza, mais independentes que os cães e não deixam de ser carinhosos.

Os cães, ao contrário, precisam de um contato mais intenso e sentem muita falta disso, tornando-os mais propensos ao estresse, à queda de imunidade e aos surgimento de distúrbios comportamentais.

Uma boa alternativa para cães é, se possível, ter mais de um, para que não se sintam tão sós.


O tipo de pêlo também deve ser considerado na hora da escolha do animal. Gatos Persas são lindos, mas soltam bastante pêlo, o que exigirá mais cuidados com a limpeza do ambiente, além de muita escovação para que a pelagem não embarace.

Os cães que têm subpêlo (um pelo grosso, que fica abaixo da camada de pêlo comum), como Husky Siberiano, Pastor e Akita, por exemplo, trocam-no sempre antes do inverno e antes do verão, dificultando a higiene do ambiente.

Como o pêlo dessas raças é muito denso e demora a secar, é provável que seja necessário um bom profissional para dar os banhos. Caso não fique bem seco, o animal poderá apresentar doenças na pele.

Cães das raças Poodle, Maltês, Lhasa Apso, Bichon Frisé, Shi Tzu etc. possuem pelagem que embaraça facilmente, exigindo cuidados cotidianos e gastos com tosa.

Já os Shar-peis, aqueles cheios de dobrinhas, precisam de cuidados redobrados com as mesmas. Estas áreas costumam permanecer úmidas favorecendo a proliferação de microorganismos.

É bom ressaltar que todo animal de raça exige muito mais cuidados que o bom e velho viralata. Minha preferência por eles é notória, além de muito resistentes, são dóceis, inteligentes e vêm em diversos tamanhos e modelos. he he!

Muitos deles aguardam adoção na Suípa e em outras instituições protetoras de animais.

As aves, em geral, são bastante frágeis, não suportam frio e vento, devem ser criadas em locais bem protegidos e exigem cuidados de veterinários especializados, o que, vai onerar o orçamento, pois costumam ser mais caros.

Aquele peixinho lindo, vivendo em aquários, depende de um conhecimento mais específico.

Resumindo, seu primeiro passo para escolher um animal é escolher o veterinário dele. Procure sempre indicação de pessoas que já possuem animais.

Aí, sim, juntos vocês decidirão qual raça se enquadra no seu estilo de vida: casa ou apartamento, convívio com crianças ou não, guarda da casa etc.

Além disso, você também deve pedir orientação sobre canis confiáveis, para que não corra o risco de comprar um animal já doente sem perceber.

Um animal é um compromisso para muitos anos.

Ele requer despesas com alimentação, vacinação anual, vermifugação trimestral, banhos, tosa (caso necessário) e gastos extras quando adoece. Isso parece óbvio, mas a falta desta consciência gera o aumento dos animais de rua. Por isso, pense bem...

É fundamental lembrar que bicho é bicho e gente é gente. Um animal deve ser criado de modo a saber o seu lugar. Feijão com arroz, biscoito, chocolate é comida de gente!!!

O organismo de um animal não está preparado para esse tipo de alimento, o que normalmente causa gases, alergias e intoxicações.

Lembre-se sempre que ele normalmente vai pedir, porque não sabe o mal que lhe faz. Mas você, que é gente, sabe e vai ter que negar. O animal bem criado confia no dono que tem. Eu garanto que ele não vai ficar chateado com você!

Até a próxima!!!

Paulo

Fonte: http://www.jornalfolhadocentro.com.br

[...]

Simples, simples assim...

A grandeza vem não quando as coisas sempre vão bem para você.

Mas a grandeza vem quando você é realmente testado.

Quando você sofre alguns golpes, algumas decepções, quando a tristeza chega.

Porque apenas se você esteve nos mais profundos vales você poderá um dia saber, o quão magnífico é se estar no topo da mais alta montanha.

Richard Milhous Nixon
[...]

Tudo começou quando...

meus sobrinhos, e não são poucos, resolveram fazer concurso para o Tribunal de Justiça.

Eu já estava trabalhando como Auxiliar Judiciário, aprovada no concurso de 1993. Pediram-me que desse aulas.

Então nos reuníamos na casa de um deles aos finais de semana e estudávamos. Comecei a elaborar apostilas que eram chamadas por eles de "apostilas da Que-Quel".

Ah, devo dizer que também não foi fácil pra mim.

Sou caçula de uma família com dez filhos.

Meus pais, muito humildes, não podiam fazer mais do que faziam. Todos tivemos que nos virar muito cedo.

Mas eles estavam ali.... movidos de esperança. Me ensinaram que nunca devemos desistir dos nossos sonhos, não importa quantas vezes choremos... não importa se não chegamos em primeiro lugar... não importa se não alcançamos nossos alvos na primeira tentativa... não importam as adversidades... apenas continuem, dizia meu pai. E o via ali, praticando, ele mesmo, tudo o que ensinava.

E segui.

E então, como dizia, comecei a elaborar apostilas que foram ficando famosas... rsrs


No Fórum onde trabalhava, os colegas começaram a pedir que desse aulas. Mudei o local para minha casa e começamos a estudar.

E veio o concurso de 1997. Prova difícil.
Não obtiveram o êxito esperado. Mas não desistimos.

E veio o concurso de 2001. Estava já há algum tempo no TJ e resolvi que precisava mudar de cargo. Precisava passar para Analista. O que fazer? Pedi um mês de licença-prêmio e me tranquei em casa.

Prestem atenção. Tranquei-me!!! O tempo jogava contra mim. Minha licença foi deferida para 1º de julho de 2001 e a prova seria vinte e um dias depois.


Passava os dias lendo Codejrj e Estatuto e gravando a minha própria voz para escutar mais tarde, enquanto fazia outras tarefas.

Estudei o que pude, como pude.


E aí... em 2001 fui aprovada para Analista Judiciário (antigo Técnico Judiciário Juramentado). Gabaritei as questões de Codjerj e Estatuto.

Pouco tempo depois, estava trabalhando, quando um amigo, Vinícius, sabendo que eu havia gabaritado essas matérias, me convidou para dar aulas em Campo Grande-RJ.

Fui, morrendo de medo. Frio na barriga. Mas fui...

Lembra?? Jamais desistir!


Parece que gostaram... Daqui a pouco, ele mesmo , Vinícius, ao ser convidado para dar aulas em um curso da Barra, indicou meu nome para substituí-lo.

E lá fui eu... e assim, foram conhecendo meu trabalho.

Logo, estava sendo convidada para outro curso... e outro... e outro...


E tenho dado aulas desde então. A cada concurso, um novo desafio.

As apostilas da "Que-Quel" foram transformadas em apostilas da Professora Raquel Tinoco.

Amanda, minha sobrinha, está hoje no TJ-PR.

Outros sobrinhos seguiram rumos diferentes, sempre em frente, sempre na direção de seus sonhos. Estão chegando lá.


Meus alunos se tornaram meus amigos e isso me faz seguir.

Meu maior incentivo?? É acompanhar cada resultado e torcer por:

Admares, Alessandras, Alexandres, Alines, Amandas, Andréias, Andrezzas, Anicks, Arianes, Biancas, Bias, Brunos, Calixtos, Carlas, Carlos, Carlinhos, Carolinas, Carolines, Cidas, Christians, Constanças, Cristianes, Daniéis, Danielles, Deises, Denises, Diogos, Drês, Dris, Eneas, Fabíolas, Fábios, Fernandas, Filipes, Flávios, Freds, Giselas, Giseles, Ghislaines, Glórias, Hannas, Henriques, Ianos, Ilanas, Isabéis, Isabelas, Israéis, Ivanas, Ivans, Izadoras, Jackies, Jacques, Janes, Joões, Jeans, Julianas, Kayenes, Kátias, Lenes, Léos, Lúcias, Lucianas, Ludymilas, Luízas, Luzias, Magnos, Marcelas, Marcélis, Marcellas, Marcelles, Márcias, Marcys, Marianas, Marias, Megs, Meles, Mônicas, Patrícias, Pattys, Paulos, Pedros, Pritzes, Rafas, Rafaéis, Raphas, Raquéis, Renatas, Renées, Robertas, Robertos, Rodrigos, Rogérias, Silvanias, Simones, Sérgios, Suelens, Suellens, Tassianas, Tatis, Vanessas, Vicentes, Wilsons....

Deus os abençoe.

não desista!

não desista!

Postagens

Blogs & Sites

 

Proibida a cópia, sem autorização, dos textos, fotos e material de aula aqui apresentados©2009 Professora Raquel Tinoco | by TNB