quarta-feira, 24 de março de 2010

DPERJ - quadro de apoio

Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro

A lei que cria 800 vagas na área de apoio administrativo da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro foi sancionada pelo govemador Sérgio Cabral, na última quarta, dia 17.

A boa notícia veio acompanhada de outra ainda maior: para o cargo de técnico médio, com 350 vagas, foi mantida a exigência de nível médio completo (alterada pela Alerj), o que aumenta o leque de oportunidades.

O Defensor-Geral, José Raimundo Batista reafirmou que o primeiro concurso da história da defensoria deverá ocorrer em abril. "Eu ainda não falei com o governo, mas pretendo abrir o concurso já no mês que vem. Isso era o que tinha sido combinado, assim como a abertura do concurso de defensor, que já está com as inscrições terminando. A minha intenção é abrir 100 vagas de nível superior jurídico e 100 de nível médio. A partir desta quinta, 18, já começo a discutir isso com a equipe", destacou.

Outro ponto abordado pelo Defensor-Geral é quanto à urgênda do concurso por conta da evasão no quadro. "A seleção precisa ser feita logo, até porque eu continuo perdendo funcionários cedidos de outros órgãos. Esses funcionários são vitais para a nossa administração", disse.

O texto da matéria encaminhada pela Defensoria para o govemo estabelecia que 350 vagas seriam para o cargo de técnico médio de Defensoria, porém ao enviar o projeto de lei para a Alerj, a carreira ganhou outra nomenclatura (técnico de nível superior), passando a exigir graduação em qualquer área.

No que diz respeito à organizadora do concurso, José Raimundo Batista adiantou que, com certeza, contratará uma instituição que dê uma boa estrutura para o concurso.

Além das 350 vagas de nível médio, cujos vencimentos iniciais são de R$2.389,32, o quadro agora será composto também por 400 vagas de técnico superior jurídico, que exige graduação em Direito e 50 de técnico superior especializado, sendo as oportunidades para as áreas de Informática, Engenharia, Contabilidade, Assistência Social, Psicologia, Biologia, Biblioteconomia e Comunicação Social. Nesses cargos os salários iniciais são de R$2.942,23.

Fonte: www.folhadirigida.com.br
[...]

MPU

MPU: preparativos já foram iniciados

Depois dos Procuradores-Gerais dos Ministérios Públicos do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) e Militar (MPM), Leonardo Azeredo Bandarra e Cláudia Márcia Ramalho Moreira Luz, respectivamente, terem falado sobre a expectativa na realização de um concurso para o Ministério Público da União (MPU) neste ano, conforme o próprio órgão já informou, o Procurador-Geral do Ministério Público do Trabalho (MPT), Otavio Brito, também comentou sobre a importância da seleção e destacou que tomou conhecimento que os preparativos da seleção foram iniciados.

"Embora tenhamos conhecimento de que já foram inidados os preparativos para um novo concurso para a carreira de servidores (técnicos e analistas) do MPU, a promoção e a realização desse concurso é competência exclusiva do Procurador-Geral da República. Temos a expectativa que o concurso seja realizado o mais breve possível. Ele é inequivocamente necessário. Sempre promovemos encontros para tratarmos de assuntos diversos do MPT, como o grande déficit no nosso quadro de servidores", esclareceu Brito.

Sem poder precisar a quantidade de vagas e as carreiras de técnico e analista que serão abertas no
concurso, o Procurador-Geral do Trabalho garantiu que o ramo do MPU que comanda é o que possui maior defasagem de servidores técnico-administrativos. "O déficit no MPT é realmente grave, especialmente quando se tem em vista que entre os quatro ramos do MPU somos de fato o que continua a ter o menor número de servidores em proporção ao número de membros. A relação atual de funcionários por procurador é de 2,28", assinalou. "De 2004 para cá, nós instalamos 100 procuradorias em diversos municípios, muitas das quais sem um único servidor do MPT, fundonando apenas com cedidos por prefeituras e govemos estaduais, solução a que tivemos que recorrer dada a enorme carência de pessoal que vivenciamos", finalizou o Procurador Otavio Brito.

Enquanto o MPU se prepara para lançar um novo concurso para técnico e analista neste ano (vagas e
carreiras não foram reveladas), tramita na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei (PL) 5.491 que prevê a criação de 6.804 cargos efetivos na instituição (3.055 de técnico e 3.749 de analista).

O prazo de recebimento de emendas à
proposta deverá ser esgotado na proxima sexta-feira, dia 26, segundo fontes da própria CCJC.

Desse
modo, o deputado paulista José Genoíno (PT), deverá começar a elaborar parecer sobre o texto sobre o texto na semana que vem. Se o projeto for aprovado na comissão sem nenhum recurso, seguirá para o Senado antes da sanção presidencial.

As vagas seriam providas de maneira
escalonada, no limite de 25% dos gastos por ano, a partir de 2011. Enquanto o cargo de técnico (R$4.583,09) requer nível médio ou médio/técnico, analista (R$7.141,52) exige graduação.

Fonte: www.folhadirigida.com.br
[...]

MPOG

MPOG: definida organizadora das 200 vagas

No último dia 17, saiu uma portaria autorizando a realização de mais um concurso público no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Serão ofereddas 200 vagas de analista de infraestrutura, cargo de nível superior, com vencimentos iniciais de R$6.683,21 (salário de R$4.717,21, mais Gratificação de Desempenho de Atividade de R$1.662 e auxílio-alimentação de R$304). Segundo a portaria, o editaI deve ser divulgado em até seis meses, ou seja, até dia 17 de setembro.

No entanto, as contratações estão autorizadas a partir de agosto. De acordo com informações da assessoria de imprensa do órgão, o concurso está sob responsabilidade do MPOG, porém os candidatos deverão ser lotados no Ministério das Cidades, Ministério dos Transportes e Ministério de Minas e Energia.

Os profissionais serão contratados em regime estatutário (estabilidade) e contarão com vale-transporte e plano de saúde. Em final de carreira, os analistas chegam a obter vencimentos de R$13.389,2, incuíndo as gratificações.

Em 2007, foi publicada uma lei que criou 800 cargos de analista de infraestrutura e 84 funções de espedalista em infraestrutura sênior, ambas as carreiras exigem o nível superior.

Organizadora - Nesta sexta-feira (19), foi divulgado o extrato de dispensa de licitação para contratação da empresa que organizará a seleção. O Cespe/UnBfoi o escolhido.

Segundo a lei, a carreira de analista de infraestrutura será estruturada nas classes A, B e Especial, com atribuições voltadas ao planejamento, ooordenação, fiscalização, assistência técnica e execução de projetos e obras de infraestrutura de grande porte. Os aprovados deverão atuar em órgãos da administração pública federal direta, com atividades relacionadas à infraestrutura viária, de saneamento, de energia, de produção mineral, de oornunicações e de desenvolvimento regional e urbano.

Fonte: www.folhadirigida.com.br
[...]

DPU - Quadro de apoio

Defensoria Pública da União

Deverá ser divulgado até esta sexta-feira, dia 26, o edital do primeiro concurso para a área administrativa da Defensoria Pública da União (DPU).

A oferta inicial será de 311 vagas em cargos de níveis médio e superior. Segundo a Assessoria de Imprensa, haverá ainda formação de cadastro de reserva, que poderá ser utilizado durante a validade da seleção. A instituição organizadora já foi definida, no entanto, o nome da escolhida deverá ser divulgado nos próximos dias.

Ainda de acordo com a assessoria, as provas estão previstas para o dia 30 de maio. O resultado final desta etapa deverá ser divulgado até 30 dias após a aplicação.

Quem tem nível médio pode concorrer a uma das 70 vagas oferecidas para o cargo de agente administrativo, que proporciona vencimentos iniciais de R$ 2.299,42, de acordo com a tabela do PGPE para 2010. A jornada de trabalho prevista é de 40 horas semanais.

Já no nível superior, as chances são para os cargos de analista técnico administrativo (88), arquivista (10), assistente social (20), bibliotecário (10), contador (18), economista (20), psicólogo (5), sociólogo (20), técnico em assuntos educacionais (30) e técnico em comunicação social (20).

Para essas funções, os vencimnentos serão de R$ 3.532,95. O concurso visa à substituição de 280 terceirizados, atendendo recomendação do Ministério Público.

Segundo o Defensor Público-Geral, José Rômulo Sales, a expectativa é convocar os habilitados ainda este ano e, para isso, é necessário cumprir os prazos previstos. Isso porque, em virtude do período eleitoral, os órgãos têm até o dia 3 de julho para homologar os resultados finais das seleções.

Fonte: http://www.folhadirigida.com.br
[...]

FIOCRUZ

Fiocruz confirma 700 vagas. Até R$6.570,87

O edital do concurso para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) sairá até o dia 15 de abril, conforme informou a Assessoria de Imprensa da instituição. A assessoria explicou que, em acordo com o Ministério do Planejamento, serão oferecidas 700 vagas imediatas em cargos a serem definidos, ainda este mês, pela fundação e unidades da Fiocruz.

A distribuição das vagas também será revista, já que o objetivo inidal da Fiocruz era suprir mil oportunidades.

Embora a portaria, divulgada em fevereiro, defina a distribuição, a assessoria explicou que as vagas serão redefinidas, havendo, inclusive, a possibilidade de acréscimo do cargo de especialista, que exige nível superior, e diminuição das vagas ou exclusão do cargo de assistente técnico de gestão, de nível médio. Os cargos de técnico em saúde pública (nível médio/técnico), analista de gestão, tecnologista em saúde pública e pesquisador (nível superior) estão mantidos.

Para o nível superior deverão ser oferecidas vagas para diversas graduações, tais como Medicina, Administração, Biologia e Veterinária. A organizadora ainda não foi definida, mas, segundo fontes, a FundaçãoGetúlio Vargas pode ser a escolhida.

A assessoria explicou ainda, que também está sendo enviado ao Ministério do Planejamento um projeto de lei que cria 300 cargos, com previsão de divulgação, através de portaria, até junho deste ano.

Com a publicação, será divulgado um novo edital ainda este ano, com convocações em 2011.

As remunerações serão de R$2.711,28, para os níveis médio e médio/técnico e de R$5.889,03 a R$6.570,87, para graduados. Os valores incluem vencimentos básicos e gratificação de desempenho de atividade de Ciência e Tecnologia, Produção e Inovação em Saúde Pública, de até 100 pontos. Haverá, ainda, auxílios de transporte, alimentação, funeral e natalidade, assistências pré-escolar e creche e ressarcimento de plano de saúde suplementar.

As contratações serão feitas em regime estatutário, que garante estabilidade.

O Rio de Janeiro será contemplado com o maior número de vagas, sendo as lotações dos servidores na sede da fundação, em Manguinhos, e no Instituto Femandes Figueira, no Flamengo. Também serão beneficiadas as unidades do Distrito Federal e dos estados do Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Pemambuco, Ceará, Mato Grosso do Sul, Paraná, Piauí e Rondônia, com o objetivo de substituir terceirizados.


Fonte: Folha Dirigida
[...]

Tudo começou quando...

meus sobrinhos, e não são poucos, resolveram fazer concurso para o Tribunal de Justiça.

Eu já estava trabalhando como Auxiliar Judiciário, aprovada no concurso de 1993. Pediram-me que desse aulas.

Então nos reuníamos na casa de um deles aos finais de semana e estudávamos. Comecei a elaborar apostilas que eram chamadas por eles de "apostilas da Que-Quel".

Ah, devo dizer que também não foi fácil pra mim.

Sou caçula de uma família com dez filhos.

Meus pais, muito humildes, não podiam fazer mais do que faziam. Todos tivemos que nos virar muito cedo.

Mas eles estavam ali.... movidos de esperança. Me ensinaram que nunca devemos desistir dos nossos sonhos, não importa quantas vezes choremos... não importa se não chegamos em primeiro lugar... não importa se não alcançamos nossos alvos na primeira tentativa... não importam as adversidades... apenas continuem, dizia meu pai. E o via ali, praticando, ele mesmo, tudo o que ensinava.

E segui.

E então, como dizia, comecei a elaborar apostilas que foram ficando famosas... rsrs


No Fórum onde trabalhava, os colegas começaram a pedir que desse aulas. Mudei o local para minha casa e começamos a estudar.

E veio o concurso de 1997. Prova difícil.
Não obtiveram o êxito esperado. Mas não desistimos.

E veio o concurso de 2001. Estava já há algum tempo no TJ e resolvi que precisava mudar de cargo. Precisava passar para Analista. O que fazer? Pedi um mês de licença-prêmio e me tranquei em casa.

Prestem atenção. Tranquei-me!!! O tempo jogava contra mim. Minha licença foi deferida para 1º de julho de 2001 e a prova seria vinte e um dias depois.


Passava os dias lendo Codejrj e Estatuto e gravando a minha própria voz para escutar mais tarde, enquanto fazia outras tarefas.

Estudei o que pude, como pude.


E aí... em 2001 fui aprovada para Analista Judiciário (antigo Técnico Judiciário Juramentado). Gabaritei as questões de Codjerj e Estatuto.

Pouco tempo depois, estava trabalhando, quando um amigo, Vinícius, sabendo que eu havia gabaritado essas matérias, me convidou para dar aulas em Campo Grande-RJ.

Fui, morrendo de medo. Frio na barriga. Mas fui...

Lembra?? Jamais desistir!


Parece que gostaram... Daqui a pouco, ele mesmo , Vinícius, ao ser convidado para dar aulas em um curso da Barra, indicou meu nome para substituí-lo.

E lá fui eu... e assim, foram conhecendo meu trabalho.

Logo, estava sendo convidada para outro curso... e outro... e outro...


E tenho dado aulas desde então. A cada concurso, um novo desafio.

As apostilas da "Que-Quel" foram transformadas em apostilas da Professora Raquel Tinoco.

Amanda, minha sobrinha, está hoje no TJ-PR.

Outros sobrinhos seguiram rumos diferentes, sempre em frente, sempre na direção de seus sonhos. Estão chegando lá.


Meus alunos se tornaram meus amigos e isso me faz seguir.

Meu maior incentivo?? É acompanhar cada resultado e torcer por:

Admares, Alessandras, Alexandres, Alines, Amandas, Andréias, Andrezzas, Anicks, Arianes, Biancas, Bias, Brunos, Calixtos, Carlas, Carlos, Carlinhos, Carolinas, Carolines, Cidas, Christians, Constanças, Cristianes, Daniéis, Danielles, Deises, Denises, Diogos, Drês, Dris, Eneas, Fabíolas, Fábios, Fernandas, Filipes, Flávios, Freds, Giselas, Giseles, Ghislaines, Glórias, Hannas, Henriques, Ianos, Ilanas, Isabéis, Isabelas, Israéis, Ivanas, Ivans, Izadoras, Jackies, Jacques, Janes, Joões, Jeans, Julianas, Kayenes, Kátias, Lenes, Léos, Lúcias, Lucianas, Ludymilas, Luízas, Luzias, Magnos, Marcelas, Marcélis, Marcellas, Marcelles, Márcias, Marcys, Marianas, Marias, Megs, Meles, Mônicas, Patrícias, Pattys, Paulos, Pedros, Pritzes, Rafas, Rafaéis, Raphas, Raquéis, Renatas, Renées, Robertas, Robertos, Rodrigos, Rogérias, Silvanias, Simones, Sérgios, Suelens, Suellens, Tassianas, Tatis, Vanessas, Vicentes, Wilsons....

Deus os abençoe.

não desista!

não desista!

Postagens

Blogs & Sites

 

Proibida a cópia, sem autorização, dos textos, fotos e material de aula aqui apresentados©2009 Professora Raquel Tinoco | by TNB