quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Aos Concurseiros

Um recado de Alice, aluna, por e-mail:

Antes, alguns comentáriio:

1. Obrigada pelo "bonitona" rs
2. Boa sugestão ao Guerra. Vou encaminhar ao Curso.
3. Deus os abençoe, concurseiros. Deus a abençoe, Alice.

"Queridos amigos concurseiros,

como é difícil a fase que passamos, não é mesmo?

Bem, diz o Willian Douglas para termos em mente que o sofrimento é passageiro e o cargo é permanente.

O que passamos, na minha opinião, em alguns momentos, chega a beirar o desumano. Por outro lado há tanto que temos a agradecer e a nos alegrar, tais como:

1. Ter encontrado colegas, companheiros de jornadas que são verdadeiras riquezas em nossa vida. Já ouvi de professores que estamos numa guerra e que os nossos colegas são nossos 'inimigos'. Discordo, porque até na guerra precisamos ter e ser aliados. Aliados que ensinam, que dão dica, ânimo, que cedem material se algo imprevisto nos impede de estar em uma aula e há trocas que são imensuráveis.

2. Gente, o que dizer de professores como o Motta? Vibrante, alegre, humano, íntegro e que tem todo interesse em nos ensinar de maneira eficiente e eficaz. Esse professor é uma pérola. Que Deus retribua em dobro o que ele faz por nós.

3. E a professora Raquel? Bonitona, séria, delicada, criando diversos quadros-resumos, de maneira a facilitar o nosso aprendizado. Vocês não sentem que ela, assim como o Motta e o Justino se interessam verdadeiramente pela nossa vitória?

4. Professor Justino. Aprendi tantas coisas básicas que nunca haviam entrado na minha mente. Que professor dedicado. É palpável o interesse que ele tem em que os alunos aprendam.

5. O professor Leandro Vieira que nos "massacrou" com exercícios de Raciocínio Lógico e teve toda a paciência em nos ensinar tantas lógicas ilógicas. É outro que não está em sala apenas para cuspir em cima dos alunos os seu conhecimentos, mas tem didática, sabe como transmitir os conhecimentos e a vitória dele é ver que os alunos estão aprendendo.

6. Gente, não é uma bênção também ter um lugar como o CEGM para estudarmos? Vários professores bem qualificados, as meninas e meninos que nos atendem superbem, as acomodações excelentes. Só não podem aumentar os preços e deveriam criar um programa de desconto fidelidade, para nós que ficamos por tanto tempo frequentando e participando dos cursos. Não é uma boa idéia?

Desejo do mais profundo da minha alma, como com certeza vocês também, conquistar uma vaga no BACEN. Tomara Deus que sigamos juntos para o curso de treinamento. Podemos não ter feito tudo, mas fizemos tudo o que pudemos. Dedicamos o nosso máximo e devemos seguir para a prova com esse sentimento. Que estamos indo com o nosso tudo. Vou para a prova como quem vai fazer exercícios. Esse bem que quero para mim, também o quero para você.

Hoje pela manhã acordei com uma música na minha mente. O link: http://www.youtube.com/watch?v=Hkq3lw9opfY

Jesus moveu as águas para atender as necessidades urgentes e angustiantes na vida de algumas pessoas. Que Ele mova as águas para você e para mim também.

Queridos companheiros, um beijo grande no coração de cada um de vocês.

Alice

PS.: Se alguém tiver o e-mail do Vitor e do Pedro pode passar para eles?"

2 comentários:

Lucia Manoela disse...

Olá Alice,

Estou emocionada com suas palavras....concordo com você...estamos numas luta constate..mas sairemos vitoriosos...tendo principalmente a nossa Raquel, sempre nos ajudando...professores assim é que faz que continuemos nossa jornada!!!!
Beijos carinhosos a todos!!!!

Professora Raquel Tinoco disse...

Obrigada, Lu. Bjs

Tudo começou quando...

meus sobrinhos, e não são poucos, resolveram fazer concurso para o Tribunal de Justiça.

Eu já estava trabalhando como Auxiliar Judiciário, aprovada no concurso de 1993. Pediram-me que desse aulas.

Então nos reuníamos na casa de um deles aos finais de semana e estudávamos. Comecei a elaborar apostilas que eram chamadas por eles de "apostilas da Que-Quel".

Ah, devo dizer que também não foi fácil pra mim.

Sou caçula de uma família com dez filhos.

Meus pais, muito humildes, não podiam fazer mais do que faziam. Todos tivemos que nos virar muito cedo.

Mas eles estavam ali.... movidos de esperança. Me ensinaram que nunca devemos desistir dos nossos sonhos, não importa quantas vezes choremos... não importa se não chegamos em primeiro lugar... não importa se não alcançamos nossos alvos na primeira tentativa... não importam as adversidades... apenas continuem, dizia meu pai. E o via ali, praticando, ele mesmo, tudo o que ensinava.

E segui.

E então, como dizia, comecei a elaborar apostilas que foram ficando famosas... rsrs


No Fórum onde trabalhava, os colegas começaram a pedir que desse aulas. Mudei o local para minha casa e começamos a estudar.

E veio o concurso de 1997. Prova difícil.
Não obtiveram o êxito esperado. Mas não desistimos.

E veio o concurso de 2001. Estava já há algum tempo no TJ e resolvi que precisava mudar de cargo. Precisava passar para Analista. O que fazer? Pedi um mês de licença-prêmio e me tranquei em casa.

Prestem atenção. Tranquei-me!!! O tempo jogava contra mim. Minha licença foi deferida para 1º de julho de 2001 e a prova seria vinte e um dias depois.


Passava os dias lendo Codejrj e Estatuto e gravando a minha própria voz para escutar mais tarde, enquanto fazia outras tarefas.

Estudei o que pude, como pude.


E aí... em 2001 fui aprovada para Analista Judiciário (antigo Técnico Judiciário Juramentado). Gabaritei as questões de Codjerj e Estatuto.

Pouco tempo depois, estava trabalhando, quando um amigo, Vinícius, sabendo que eu havia gabaritado essas matérias, me convidou para dar aulas em Campo Grande-RJ.

Fui, morrendo de medo. Frio na barriga. Mas fui...

Lembra?? Jamais desistir!


Parece que gostaram... Daqui a pouco, ele mesmo , Vinícius, ao ser convidado para dar aulas em um curso da Barra, indicou meu nome para substituí-lo.

E lá fui eu... e assim, foram conhecendo meu trabalho.

Logo, estava sendo convidada para outro curso... e outro... e outro...


E tenho dado aulas desde então. A cada concurso, um novo desafio.

As apostilas da "Que-Quel" foram transformadas em apostilas da Professora Raquel Tinoco.

Amanda, minha sobrinha, está hoje no TJ-PR.

Outros sobrinhos seguiram rumos diferentes, sempre em frente, sempre na direção de seus sonhos. Estão chegando lá.


Meus alunos se tornaram meus amigos e isso me faz seguir.

Meu maior incentivo?? É acompanhar cada resultado e torcer por:

Admares, Alessandras, Alexandres, Alines, Amandas, Andréias, Andrezzas, Anicks, Arianes, Biancas, Bias, Brunos, Calixtos, Carlas, Carlos, Carlinhos, Carolinas, Carolines, Cidas, Christians, Constanças, Cristianes, Daniéis, Danielles, Deises, Denises, Diogos, Drês, Dris, Eneas, Fabíolas, Fábios, Fernandas, Filipes, Flávios, Freds, Giselas, Giseles, Ghislaines, Glórias, Hannas, Henriques, Ianos, Ilanas, Isabéis, Isabelas, Israéis, Ivanas, Ivans, Izadoras, Jackies, Jacques, Janes, Joões, Jeans, Julianas, Kayenes, Kátias, Lenes, Léos, Lúcias, Lucianas, Ludymilas, Luízas, Luzias, Magnos, Marcelas, Marcélis, Marcellas, Marcelles, Márcias, Marcys, Marianas, Marias, Megs, Meles, Mônicas, Patrícias, Pattys, Paulos, Pedros, Pritzes, Rafas, Rafaéis, Raphas, Raquéis, Renatas, Renées, Robertas, Robertos, Rodrigos, Rogérias, Silvanias, Simones, Sérgios, Suelens, Suellens, Tassianas, Tatis, Vanessas, Vicentes, Wilsons....

Deus os abençoe.

não desista!

não desista!

Postagens

Blogs & Sites

 

Proibida a cópia, sem autorização, dos textos, fotos e material de aula aqui apresentados©2009 Professora Raquel Tinoco | by TNB